Transformação digital: sua empresa no grupo de elite

 Em Marketing B2B
Tempo de leitura: 4 min

O uso da tecnologia para identificar gargalos, reduzir custos e tornar os processos produtivos mais eficientes é um caminho sem volta. Por isso, as organizações precisam entender o que é transformação digital, e como fazê-la.

Ninguém se inscreve em uma maratona com objetivo de perder. Mas, para tornar-se um atleta de elite é preciso treinar exaustivamente e sempre perseguir resultados melhores – que os de seus adversários, e os seus próprios.

Também não basta só se exercitar religiosamente e levar uma vida regrada. Na hora de competir é indispensável estar provido da infraestrutura necessária, e com os equipamentos adequados. Um tri-atleta, por exemplo, não nada de tênis, corre quilômetros de pés descalços, ou pedala uma bike pesada.

Infraestrutura e tecnologia para seu negócio competir no grupo de elite dos negócios.

Ele sabe que a roupa, calçado e equipamento certos fazem toda diferença para o seu desempenho. Além disso, beneficia-se de toda inovação tecnológica disponível para o fazer cruzar a linha de chegada entre os primeiros colocados.

É assim com as empresas. Elas não podem mais produzir, nem realizar o atendimento ao cliente como faziam antes da era digital (digital edge). A não ser que tenham se inscrito na maratona de mercado, treinado bastante no começo do desafio, e depois relaxado a ponto de serem ultrapassadas pelos concorrentes.

De forma objetiva, com a transformação digital o uso de tecnologia deixa de ser algo superficial e torna-se indispensável em todas as estratégias e processos das organizações. Sejam elas empresas de grande, médio ou pequeno porte.

 

Não dá para ficar de fora: a tecnologia vai dominar tudo

A transformação digital é, basicamente, a utilização combinada de duas ferramentas: tecnologia e internet. Mas, a partir dessa fusão, o que acontece é um verdadeiro processo revolucionário.

É um estado de inovação progressiva que chega para mudar a estrutura, a cultura, as estratégias e os processos de uma empresa. Em especial, a forma como interage e se relaciona com o consumidor.

A tecnologia mudou as formas de consumo e, consequentemente, o perfil do consumidor. Agora, ele carrega o que gosta no celular: as músicas preferidas; o aplicativo da conta bancária e da empresa de transporte; o site com as fotos e todas as especificações dos produtos que ele pretende comprar da sua marca.

Através da transformação digital, o poder e o alcance da internet e de ecossistemas digitais são aproveitados para reações em tempo real, rápida adaptação às mudanças, geração de valor e expansão.

 

Clientes buscam produtos ou soluções na internet. Sua empresa está lá?

Sim. Para o consumidor não é mais trivial ir até sua loja física ou indústria para adquirir o que você vende. Ele prefere encontrar seu estabelecimento on-line.

É pela internet que acessa o site, o blog, as redes sociais, e-mails e telefones das marcas das quais costuma ou pretende comprar produtos, ou usar serviços.

A partir desta constatação é possível reconhecer a importância de contar, nesse contexto tecnológico, com uma equipe que tenha especialização em marketing digital.

O marketing digital, em especial o Inbound Marketing ou Marketing de Atração, é o mecanismo capaz de produzir e promover conteúdo informacional de uma marca, empresa ou negócio, gerando valor e autoridade diante dos potenciais clientes e consumidores.

Por isso, ao absorver o que significa a transformação digital, as organizações não só direcionam investimentos para tecnologia. Mas também para o marketing, visando o posicionamento e atualização dos setores para melhorar o relacionamento com clientes.

 

+ LEIA TAMBÉM: MARKETING DIGITAL ACELERA NEGÓCIOS NA INDÚSTRIA

 

Previsões mundiais sobre transformação digital

Um levantamento da Corporação Internacional de Dados – IDC (International Data Corporation), principal fornecedora global de inteligência de mercado, aponta algumas previsões sobre a transformação digital até 2020. Entre elas:

    • Até 2019, todas as organizações transformadas digitalmente gerarão pelo menos 45% de suas receitas a partir dos modelos de negócios do “futuro comércio”.
    • Até 2020, a proporção de organizações que terão implementado estratégias de plataforma digital terá mais que duplicado.
    • Até 2020, os investidores verão as empresas digitais de forma diferente, com medidas específicas baseadas na participação da plataforma, no valor dos dados e na contabilização do cliente para mais de 75% das avaliações da empresa.
    • Em 2020, 85% das novas contratações de posições técnicas baseadas em operações serão projetadas para habilidades de inteligência analítica e artificial, permitindo o desenvolvimento de projetos de transformação digital centrada em dados.

 

Transforme o marketing, antes da digitalização

Apesar de o departamento de marketing e o de TI estarem na linha de frente rumo à transformação digital, o processo também é muito dependente da área de gestão das organizações.

Estar presente nas redes sociais e manter site e blog com informações relevantes sobre sua marca são apenas algumas das ações que funcionam durante o processo de adequação das empresas para a transformação digital.

 

Transformação Digital: É preciso o envolvimento e compromisso de todos os setores da empresa.

Isso acontece graças ao empenho e a visão sobre os “relacionamentos da organização”, que o profissional do marketing e o da Tecnologia da Informação têm. Apesar de não ser incomum que esses departamentos – muitas vezes de um profissional só – sejam pouco valorizados em um contexto organizacional ainda analógico.

No entanto, para a verdadeira e completa transformação digital acontecer é preciso revolucionar toda a organização. Como o modo de pensar e de executar tarefas dentro de uma empresa é um trabalho que envolve muitas pessoas, uma mudança cultural se faz necessária. A partir da boa vontade, da compreensão de cada um sobre o seu papel e sobre o todo, e da contribuição de gestores e seus subordinados, é mais fácil executar uma verdadeira revolução digital.

Porém, não basta o alinhamento com o marketing. É essencial que este departamento passe por uma transformação antes da transformação digital. A empresa precisa investir em tecnologia de marketing, no “martech”. Com ferramentas novas e mais eficazes, o setor poderá focar no cliente como centro de suas estratégias e desenvolver ações que satisfaçam as necessidades das personas mais interessantes para a organização.

 

Martech: Marketing + Tecnologia. Um marketing com mais dados para tomada de decisões.

Com o tempo, todos – do chão de fábrica aos CEO’s – estarão experimentando os benefícios da mudança. Entre eles, a possibilidade de armazenar, analisar e de usar dados em benefício de futuras estratégias da empresa. Inclusive, de relacionamento com o cliente, fornecedores, colaboradores e com a sociedade em geral.

Hoje, como nunca na História, o sucesso e a longevidade de um negócio dependem da sua capacidade para criar, repensar, reinventar ideias e processos.

Independente de o seu negócio estar focado no marketing B2B ou no marketing B2C, é preciso entender o padrão da curva da adoção – quando uma inovação precisa ser vendida, lançada ou implementada no seu negócio.

Posts Recomendados

Comentários

marketing-humano-em-vendas-b2b