Advogados e Médicos – como atrair clientes com ética e eficiência?

 Em Marketing & Vendas
Tempo de leitura: 2 min

Existem alguns segmentos de mercado que estão sujeitos a limitações e condições especiais para trabalhar qualquer esforço de marketing, por questões morais e éticas. Entre os principais exemplos, temos advogados e médicos.

Certamente um médico anunciando “três cirurgias pelo preço de uma” ou um advogado oferecendo “desconto no habeas corpus” é uma ideia absurda. Mas serve para entender que são atividades sujeitas a condições diferentes para promover seus serviços.

Normalmente os segmentos da saúde e jurídicos desenvolvem negócios de forma mais passiva, recebendo quem tem necessidades específicas e aumentando a clientela através de recomendações dos próprios clientes.

Mas sabemos que a promoção de serviços é o maior impulsionador dos negócios e se não houver vendas não existe futuro para nenhum empreendimento.

Fica então a dúvida: É possível que médicos, dentistas e advogados desenvolvam ações para atrair clientes sem desrespeitar nenhuma norma ou código de ética dos órgãos reguladores?

Existe sim, e parte de um princípio bem simples, intrínseco ao comportamento que todos nós passamos a ter com a facilidade do acesso a internet, que é a busca por conteúdos na internet que respondam a todo e qualquer questionamento que temos no dia-a-dia.

 

Marketing de Conteúdo

Existem muitas formas de usar conteúdo na internet. E a principal delas é publicando de forma recorrente no blog ou site da empresa e redes sociais como o Facebook, por exemplo. Todo método de produção e compartilhamento de conteúdo de qualidade é capaz de ajudar empresas a aumentarem suas vendas. E usando uma estratégia de marketing de conteúdo bem planejada e consistente, a empresa pode ainda elevar-se ao status de referência no seu respectivo mercado.

 

Mas que tipo de conteúdo?

A estratégia de conteúdo ideal deve estar diretamente relacionado a um problema que o seu cliente gostaria de resolver. E deve obrigatoriamente gerar valor e informação para conseguir captar a atenção do cliente e educá-lo para a solução que você oferece.

Por exemplo, em um blog de uma clínica odontológica especializada em periodontia é possível desenvolver um conteúdo detalhado sobre sensibilidade nos dentes. Esse conteúdo poderá apresentar sintomas corriqueiros e possíveis origens do problema. Além disso, este conteúdo deve deixar claro quais são as soluções para o problema e oferecer um contato para mais informações.

  

E o código de ética?

Devemos ter em mente que na estratégia de marketing de conteúdo é esperada a captação de clientes. Esta captação não acontece de maneira explícita e tem como intenção primária informar e construir autoridade em um determinado assunto. Portanto não trata-se de publicidade e também não configura uma divulgação em massa. E toda a estratégia é pautada pelo próprio código da maioria dos órgão reguladores. Órgãos esses que, em geral, primam pela discrição e sobriedade de caráter educativo e informativo dos profissionais, sejam eles médicos ou advogados.

Buscando estratégias para impulsionar o seu negócio? Acompanhe o nosso blog e entre em contato para mais informações.

 

 

Posts Recentes

Comentários