Converta Mais: Migração do marketing tradicional para o digital

 em Inbound Marketing, Marketing Digital
Tempo de leitura: 3 min

Transformar uma agência de marketing tradicional para atender o cliente da era digital é um grande desafio. E um dos objetivos da Converta Mais é justamente compartilhar conhecimento sobre esse assunto com o maior número de pessoas possível.

Por isso, no dia 16 de maio, a co-founder Michele Hacke juntamente com o social media Gabriel Marante trocaram informações com os alunos do 1° e 5° semestre do curso de Tecnologia de Marketing, na Furb, em Blumenau.

A palestra foi sobre marketing digital e abordou assuntos como:

  • Inbound Marketing;
  • Performance;
  • Estratégias para atrair clientes e gerar resultados.

Neste artigo, vamos te contar como a Converta Mais foi utilizada como case de migração do meio tradicional para o digital.

 

Michele Hacke na palestra com os alunos do 1° e 5° semestre do curso de Tecnologia de Marketing, na Furb, em Blumenau.

 

Como transformamos uma agência de marketing tradicional para atender o cliente da era digital?

Há 15 anos, o mundo digital era algo novo, sem muitas opções e regalias. Se você fez parte da geração que sabe o que é um disquete, você, muito provavelmente, lembra que naquela época não tinham grandes coisas na Internet .

Mas foi assim que a Converta Mais surgiu e nós vamos te contar agora como fazemos para permanecer no mercado – e evoluir junto com ele, claro. Se você também deseja que sua empresa siga o ritmo das mudanças tecnológicas, continue a leitura!  

 

+LEIA TAMBÉM: QUEM É A CONVERTA MAIS? COMO FAZEMOS DO MARKETING DE RESULTADO O NOSSO NEGÓCIO

 

Migração do tradicional para o digital

A Converta Mais surgiu em 2004. Você deve estar se perguntando como alguém trabalharia com marketing digital no começo dos anos 2000. Termos como Inbound Marketing nem existiam em nosso vocabulário, certo?  

Inicialmente, a Converta Mais era uma empresa de design gráfico e que oferecia criação de campanhas de comunicação tradicional. Um outro detalhe é que o nome também não era esse – como você verá a seguir.

 

Linha do tempo com a evolução e migração da agência do meio tradicional para o digital.

 

O primeiro website e os disparos de e-mail marketing foram feitos no ano seguinte, em 2005. Google Ads só passou a fazer parte do repertório em 2010. Facebook, conteúdo para redes sociais, digital branding e mídia paga começaram a ser oferecidos para os clientes em 2012.

O nome Converta Mais só foi oficialmente escolhido em 2017, colocando um ponto final na então Duall Comunicação.

 

2019

Atualmente, a Converta Mais trabalha com marketing digital e especialização em Inbound Marketing, voltados para indústrias e negócios focados em vendas B2B. É certificada pela RD Station como agência de resultados especializada em Inbound Marketing.

“Enquanto preparava a apresentação da palestra, percebi o quanto o negócio foi se adaptando à evolução do mercado. Tanto que, ao longo dos nossos 15 anos, a chegada da era digital foi algo natural para nós: mudar o nosso escopo de trabalho para serviços cada vez mais digitais”, ressalta Michele Hacke.

Desta forma, é possível ajudar os clientes a evoluírem digitalmente, entregando resultados reais com ações digitais, pois, é o lugar onde o público-alvo se encontra.  

 

71% das empresas em busca de fornecedores B2B, iniciam suas pesquisas por mecanismos online antes de fazer grandes compras.
Fonte: Google

 

 

A importância de ter um propósito

Em suma, mais do que usar ferramentas incríveis de automação e performance, ter um propósito definido faz com que o caminho a ser trilhado tenha mais sentido. Especialmente em épocas de crise econômica – como a que vivemos em 2015.

Sendo assim, a Converta Mais primeiro define o que realmente terá impacto nos resultados, levando em consideração o propósito do negócio do cliente. Sempre pensando que, dessa forma, vamos contribuir para um bem comum. Não só aumentar as vendas do cliente, mas também pensar grande: por que não focar em contribuir com a economia do país?!

 

 

Contextualizar a história da agência com as mudanças de comportamento do consumidor nos ajudou a revisitar uma das nossas propostas de valor: a parceria estratégica com os clientes. Procuramos criar longos relacionamentos, porque acreditamos no resultado do trabalho que desenvolvemos.

Afinal de contas, “as pessoas esquecerão o que você disse e o que você fez. Mas elas sempre lembrarão como você as fez sentir” (Maya Angelou).

Postagens Recentes

Comentários